Tópicos mais procurados

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Como se vestir para os treinos

Para se praticar Parkour você não precisa de muita coisa, mas para potencializar seu treinamento e para que você tenha um pouco mais de conforto em seus treinos indicamos a você o que é extremamente necessário trazer aos treinos.

Inicialmente vale lembrar que o método Lepartano de treino consiste em treinos realizados por toda cidade explorando pontos turísticos da cidade tanto de dia como de noite.

Se possível evite usar joias e relógios durante os treinos. Venha com uma bolsa pequena contendo somente o essencial. Desta forma você carrega menos peso e não pedirá para ninguém ficar guardando suas coisas.





Treinamento - Manhã e Tarde






00 - Traga uma mochila com você para guardar suas coisas.
01 - Venha com roupas simples e leves (se você tiver o uniforme da Parkour Brazil venha com ele).
02 - Passe protetor solar antes e durante o treino.
03 - Venha de camiseta: leve e simples. 
No inicio evite mangas cumpridas e regata.
04 - Venha de calça: esportiva e solta (que não prenda os movimentos).  Não venha de Bermuda ou calça Jeans.
05 - Se você desejar venha de boné ou óculos escuros.
06 - Tênis: de preferência aderente, confortável e leve 
(Não recomendamos o uso de tênis com "Molas" e All Star).
07 - Munhequeira: se desejar você pode usa-las, as mesmas protegem os pulsos em alguns saltos.
Você não irá usar capacete, luvas, joelheiras e cotoveleiras, então não traga. 
08 - Se possível carregue com você guarda-chuva ou capa de chuva.
09Um pouco de desodorante e perfume não vai fazer mal.


    Importante       

 Leve sua própria garrafa de água e algo para comer, nos treinos existem pausas e nesta hora você poderá se alimentar.  Caso não tenha como trazer água e algo para comer, traga dinheiro para comprar os mesmos durante o treino.


  Dica rápida para as meninas  

Cabelo: faça um rabo de cavalo ou trança embutida. É preciso apertar bem o penteado para que ele não caia ou algo parecido. Certifique-se de não deixar a franja em seu rosto, use grampos ou faixas se for necessário. 

Sutiã: use uma camiseta com um sutiã esportivo por baixo. (Não use sutiãs normais ou de arame, pois eles ficarão deslocados e serão um incômodo). Não use uma camiseta muito pequena, camisetas apertadas não são confortáveis, do mesmo modo que as muito largas também não são. Roupas não muito apertadas são ideais, pois dão mobilidade para seu corpo e braços, mas uma muito grande será quente, lhe atrapalhará e será apenas um inconveniente. Roupas recortadas também podem ser uma boa ideia.

Shorts: Use calças de moletom ou calças e shorts de malha, eles geralmente são feitos para o voleibol e são os melhores para se treinar. Não use shorts de basquete, pois eles podem limitar seus movimentos.




    Treinamento Noturno






    01 - Venha com roupas simples e leves (se você já tiver seu uniforme venha com ele), a estampa da equipe se ilumina no escuro para sua segurança.
    02 - Traga uma blusa de frio.
    Sempre carregue com você guarda-chuva ou capa de chuva.

    03 - Camiseta: leve e simples caso ache necessário use mangas cumpridas.

    04 - Venha de calça: esportiva e solta (que não prenda os movimentos).  Não venha de Bermuda ou calça Jeans.

    05 - Tênis: de preferência aderente, confortável e leve 
    (Não recomendamos o uso de tênis com "Molas" e All Star).

    06 - Munhequeira: se desejar você pode usa-las, as mesmas protegem os pulsos em alguns saltos.
    Você não irá usar capacete, luvas, joelheiras e cotoveleiras, então não traga. 

    07 - Se possível carregue com você guarda-chuva ou capa de chuva.

        Importante       

     Leve sua própria garrafa de água e algo para comer, nos treinos existem pausas e nesta hora você poderá se alimentar.  Caso não tenha como trazer água e algo para comer, traga dinheiro para comprar os mesmos durante o treino.


      Dica rápida para as meninas  

    Cabelo: faça um rabo de cavalo ou trança embutida. É preciso apertar bem o penteado para que ele não caia ou algo parecido. Certifique-se de não deixar a franja em seu rosto, use grampos ou faixas se for necessário. 

    Sutiã: use uma camiseta com um sutiã esportivo por baixo. (Não use sutiãs normais ou de arame, pois eles ficarão deslocados e serão um incômodo). Não use uma camiseta muito pequena, camisetas apertadas não são confortáveis, do mesmo modo que as muito largas também não são. Roupas não muito apertadas são ideais, pois dão mobilidade para seu corpo e braços, mas uma muito grande será quente, lhe atrapalhará e será apenas um inconveniente. Roupas recortadas também podem ser uma boa ideia.

    Shorts: Use calças de moletom ou calças e shorts de malha, eles geralmente são feitos para o voleibol e são os melhores para se treinar. Não use shorts de basquete, pois eles podem limitar seus movimentos.




    Treinamento na Chuva (Treino Molhado)






    Os treinos na chuva são diferentes já que os movimentos do Parkour nessas condições são na maioria das vezes muitos arriscados, por isso o treinamento das técnicas do parkour se tornam quase que impossíveis de serem realizados mas não se preocupe! Nos dias com muita chuva o treinamento como sempre é adaptado e são nesses momentos de chuva que temos o bom e velho exercício físico de força e resistência para transformar o seu corpo em uma maquina de superar obstáculos.


    Sem treino você não fica!



    Como me vestir em dias de chuva?





    Você geralmente poderá vir vestido (a) normalmente (calça, camiseta e tênis), as vezes a chuva pode passar. Mas caso comece a chover forte os treinos poderão ser feitos descalço (opcional) e com roupas mais simples como shorts e bermudas. E se ligue, nos dias de chuva recomendamos que você carregue em sua mochila os seguintes itens:
      01 - Uma toalha de rosto (para se enxugar antes de colocar uma roupa mais seca)
      02 - Uma calça ou bermuda e uma camiseta reserva (para você colocar após se molhar).
      03 - Traga uma blusa para se agasalhar após o treino, voltar quentinho (a) para casa é muito bom.
      04 - Par de chinelos ou sandálias (é melhor voltar para casa com eles do que com tênis molhado).
      05 - Traga um saco plástico ou uma sacola grande para guardar sua mochila e não molha-la.
      06 - Se desejar traga uma capa de chuva confortável, você poderá treinar com ela se achar 
      necessário.


          Importante       

       Leve sua própria garrafa de água e algo para comer, nos treinos existem pausas e nesta hora você poderá se alimentar.  Caso não tenha como trazer água e algo para comer, traga dinheiro para comprar os mesmos durante o treino.


        Dica rápida para as meninas  

      Cabelo: faça um rabo de cavalo ou trança embutida. É preciso apertar bem o penteado para que ele não caia ou algo parecido. Certifique-se de não deixar a franja em seu rosto, use grampos ou faixas se for necessário. 

      Sutiã: use uma camiseta com um sutiã esportivo por baixo. (Não use sutiãs normais ou de arame, pois eles ficarão deslocados e serão um incômodo). Não use uma camiseta muito pequena, camisetas apertadas não são confortáveis, do mesmo modo que as muito largas também não são. Roupas não muito apertadas são ideais, pois dão mobilidade para seu corpo e braços, mas uma muito grande será quente, lhe atrapalhará e será apenas um inconveniente. Roupas recortadas também podem ser uma boa ideia.

      Shorts: Use calças de moletom ou calças e shorts de malha, eles geralmente são feitos para o voleibol e são os melhores para se treinar. Não use shorts de basquete, pois eles podem limitar seus movimentos.





      Observações Importantes





      Os treinos na chuva somente ocorrerão em dias quentes onde a chuva e a temperatura sejam agradáveis para a execução dos exercícios.Nos dias de frio com chuva os treinos serão realizados em lugares cobertos se assim for possível ou os mesmo serão remarcados ou cancelados a critério do instrutor responsável.

      Mas fique tranquilo (a) geralmente os treinos na chuva começam no verão onde a temperatura fica muito agradável para este tipo de treino e os treinos terminam antes do anoitecer para evitar as quedas de temperatura que deixam tanta gente doente.


      Não tenha medo de se molhar!  :)

      quarta-feira, 11 de outubro de 2017

      O que preciso saber?

      Para começar a treinar com nossa equipe não é necessário que você tenha conhecimento algum sobre a prática do Parkour ou do FreeRunning e nenhum preparo físico é exigido. Lhe ajudaremos em todas as etapas de aprendizagem desde o inicio.

      Você também não precisa ter estudado tudo sobre Parkour, estes conhecimentos geralmente são repassados a você durante os treinos, e temos o conteúdo para que você estude um pouco mais sobre a prática aqui mesmo em nosso site: http://www.lepartanos.com/historia-do-parkour

      Todas as informações sobre o cenário atual do Parkour você também pode acompanhar em nossa Página do Facebook.



      O que é Parkour





      Basicamente, o Parkour é a arte do deslocamento ou a arte de ser útil superando obstaculos. Por meio de movimentos eficientes os praticantes de Parkour podem ir de um lugar a outro utilizando somente os recursos que seu corpo pode oferecer para superar variados obstaculos como: muros, grades, arvores, corrimões, etc. Nas aulas o aluno recebe um treinamento fisico aplicado que desenvolve sua força, agilidade e concentração, com o tempo o praticante se fortalece a vai dominando as técnicas necessárias para a prática completa da atividade.  Como a Parkour Brazil foi a primeira equipe a criar um Curso de Parkour no Brasil temos a influência direta da prática do Parkour Francês (Original), onde o foco dos treinos é obter a maior força e resistência possivel e dominar o maior numero de técnicas sem o risco de lesões ou erros por culpa de distrações ou acrobacias (FreeRunning).  



      O que é FreeRunning





      O FreeRunning é uma vertente do Parkour onde o objetivo do treinamento não é desenvolver a superação rápida e eficiente dos obstaculos, mas sim utilizar os obstaculos como instrumentos para manobras e acrobacias com objetivo estético e algumas vezes radical.  O Curso de Parkour explora movimentos acrobáticos de tempos em tempos com os alunos com o intuito de lhes proporcionar uma experiencia mais rica no quesito Movimentação, mas o objetivo das aulas não é a realização e/ou aprendizagem profissional de mortais entre outros movimentos acrobáticos.



      Preparo Fisico para participar das aulas





      Muitas pessoas tem dúvidas sobre sua capacidade física para participarem de nossas aulas, mas ressaltamos que não é necessário que o interessado (a) na atividade tenha um porte atlético excepcional ou faça academia. O preparo físico vem com o tempo e o método Lepartano forçará você a se esforçar cada vez mais, potencializando assim todos os ganhos do treino. Pedimos apenas que os interessados (as) no curso tenham um bom senso; como em qualquer prática esportiva é necessário que a pessoa esteja com um peso considerável e com um preparo físico no mínimo razoável.

      Caso o objetivo seja perder peso e o aluno não tenha o diagnostico de obesidade, pedimos que o mesmo (a) já se reeduque assim que iniciar os treinos, comendo frutas e tendo uma dieta mais equilibrada.

      Em casos de obesidade comprovada pedimos que o aluno receba acompanhamento profissional de um nutricionista durante seu treinamento, para o desenvolvimento de uma reeducação alimentar que o auxiliará na perda de peso. Desta forma os objetivos almejados serão facilmente alcançados.

      terça-feira, 10 de outubro de 2017

      Benefícios do Parkour

      O Parkour faz com que o praticante comece a observar a arquitetura a sua volta de uma forma diferente, criando caminhos alternativos e buscando novas rotas.  Esta evolução sensorial vem por culpa do treinamento intensivo em espaços diferentes, onde o praticante aprende a se adaptar aos novos desafios e obstáculos que consequentemente irão surgir a sua frente.
      Com o tempo o praticante aprende a disciplinar o seu medo, e descobre que pode romper algumas barreiras mentais que o mesmo tinha antigamente (medo de altura, vertigem, fobia, estress). Aos poucos o praticante desenvolve todo seu potencial mental, criando uma nova perspectiva e um novo jeito de olhar o mundo a sua volta.
      Neste estagio a mente acompanha o corpo e o corpo obedece a mente.



      Sociais


      O Parkour é uma prática diferente de tudo o que você conhece geralmente. Não temos como objetivo treinarmos a ponto de sermos melhores que os outros. Isso porque no Parkour não existem competições, não existem troféus e nem medalhas para o melhor, existe apenas a sensação de que você a cada dia está se tornando uma pessoa melhor, mais consciente, forte, respeitável e sincera com você e com os outros.  Pelo menos é assim no nosso Curso (Lepartanos).
      Temos no Lepartanos o primeiro curso de Parkour do Brasil, e não criamos apenas um curso, criamos um nova família, um novo grupo social com amigos e colegas.  Todos são bem vindos se souberem se respeitar e aceitar as regras que mantém a disciplina do Curso fluindo de forma forte e muitas vezes bruta. 
      E lembre-se ao treinar conosco seu foco será somente se desenvolver, você não precisara acompanhar ninguém, ser melhor que ninguém nem mais rápido, nem mais forte, nem mais ágil. Você precisará ser somente você, buscando seu potencial ao  máximo tanto nos treinos como na sua vida.
      A sua única obrigação com a gente é "Ser forte, para ser Útil"




      Principais Benefícios da Atividade




          •    Melhora a autoestima.
          •    Superação dos medos.
          •    Sensação de bem-estar.
          •    Redução da ansiedade.
          •    Combate a depressão.
          •    Aumento da coordenação Motora.
          •    Melhora a respiração.
          •    Melhora o sistema imunológico.
          •    Melhora o funcionamento do sistema cardiovascular.
          •    Diminui a resistência à ação da insulina, resultando num melhor controle dos níveis de glicose no sangue.







      segunda-feira, 9 de outubro de 2017

      Um treino feito para Você

      Hoje em dia existem milhares de pessoas correndo atrás de uma atividade física que que contenha os seguintes fatores:  diversão, saúde, bem estar físico e mental e boa forma. Infelizmente a maioria das academias e métodos utilizados nas mesmas não se comprometem a fundo em fornecer isso para seus alunos ou sócios e todos acabam sempre desistindo da atividade já que as mesmas não lhe proporcionam o que eles procuram.

      Nosso Curso de Parkour se encaixa na atividade física que mais se diferencia de todo o conteúdo ministrado atualmente por academias, clubes e cursos, já que o mesmo traz todos os beneficios mencionados acima de forma direta em nossas aulas proporcionando ao aluno (a) uma atividade física semanal com inúmeros beneficios e sem o lenga-lenga e enrolação que vemos atualmente em academias, clubes e outros cursos. Por este motivo o Parkour atualmente é considerado umas das melhores atividades físicas a serem praticadas por qualquer faixa etária.

      E porque não começar a treinar com o grupo que é conhecido e reconhecido por criarem o
       Primeiro Curso de Parkour do País?

      Abaixo você pode conferir os principais beneficios da pratica para: crianças, adolescentes, adultos e pessoas com algum tipo de deficiência.   



      Parkour para Crianças



      As crianças no seu dia a dia estão sempre descobrindo coisas novas. É nesta idade que a crianças começa a descobrir que o seu corpo pode ser fortificado, que sua mente pode calcular inúmeras coisas e que ela pode absorver o conhecimento de todo o mundo se assim quiser.
      É nesta fase que elas aprendem a lidar com pequenos problemas, inclusive bloqueios mentais, medos e traumas, e acreditamos que é muito importante que a criança aprenda a lidar com tais dificuldades e bloqueios e o Parkour é uma das atividades que melhor pode exercer este preparo.

      Através de um treinamento que visa o desenvolvimento físico e mental da crianças, lhe permitindo compreender melhor sua limitações e ampliando assim seu condicionamento físico, percebemos uma mudança ampla no desenvolvimento intelectual da mesma como também uma melhora exponencial em lidar melhor com medos e bloqueios diários.

      O Parkour não tem como objetivo o desenvolvimento próprio afim de se competir com alguém, e notamos que esta Filosofia de Não Competição acaba refletindo na formação da criança como cidadão, auxiliando na formação de seu caráter e desenvolvendo na mesma  um intelecto muito mais sociável.

      Nas aulas de Parkour para crianças, desenvolvemos todo o potencial da mesma com brincadeiras adequadas para sua idade, as atividades repassadas tem como objetivo que a criança tenha conhecimento de todo seu potencial físico e de suas possíveis limitações.



      Parkour para Adolescentes



      Esta fase é marcada na vida de todos adolescentes por ser um período de intensas modificações físicas, psicológicas e de dificuldades de concentração, entre outros fatores. É considerada por muitas pessoas como uma fase turbulenta onde o adolescente não consegue achar seu lugar no mundo e geralmente não consegue se integrar ou se adaptar ao seu circulo social atual.
       No Curso Lepartanos visamos a integração do Adolescente ao meio, e incentivamos tanto esta integração que o grupo geralmente se torna o principal grupo social da maioria dos integrantes do Curso, tudo isso acontece porque é nas aulas que o mesmo pode se expressar e se esforçar ao extremo para desenvolver seu potencial físico e psicológico ao máximo.

      O Parkour não tem como objetivo o desenvolvimento próprio afim de se competir com alguém, e notamos que esta Filosofia de Não Competição acaba refletindo na formação do Adolescente como cidadão auxiliando na formação de seu caráter e desenvolvendo no mesmo um intelecto muito mais sociável e controlado aonde o mesmo aprende a lidar melhor com seus conflitos, sejam eles internos ou externos.

      A Base de Treino Spartano e a Filosofia do Parkour contida em nosso Curso de Parkour (Lepartanos) reflete principalmente aos alunos os seguintes conceitos: formação de um cidadão responsável, corajoso, auto-confiante e forte e útil para as situações adversas que possam vir a surgir em sua vida.



      Parkour para Adultos



      A maior parte dos adultos de hoje é muito mais ligada a saúde e a prática de atividades físicas regulares. Estas pessoas com sua experiência de vida de anos também se tornaram pessoas antenadas em novas informações e modalidades, e a maioria já percebeu que muitas vezes a academia não lhe proporciona a atividade física que buscam, aprisionando-os em colchões e esteiras enquanto tentam de alguma forma distrair a mente deles para que fiquem no mesmo local por anos e muitas vezes décadas.
      Nesta hora o Parkour se encaixa perfeitamente como uma nova atividade física para os Adultos que já se cansaram dos moldes tradicionais de exercícios repassados nas Academias. Se livrar de um lugar fechado dos colchões e treinar com um pessoa experiente que te motivará a se superar tanto fisicamente como psicologicamente é o que traz atualmente muitos adultos ao Curso Lepartanos.

      Se você já está cansado de perder tempo em academias e deseja fazer uma atividade nova, que irá lhe proporcionar um bem estar físico adequado a sua idade e irá ajudar a manter sua vida mais saudável, com certeza o nosso curso será sua melhor escolha. Fuja dos colchões e se permita experimentar uma aula nossa e entenda que o conceito aqui é diferente de qualquer coisa que você já viu ou experimentou.





      Parkour Adaptado


      Atualmente vemos diariamente pessoas com algum tipo de deficiência sendo colocadas de lado de inúmeras atividades, mas existe também as pessoas como nós que se empenham em incluir estas pessoas em uma atividade física que para muitos parece ser limitada por inúmeros fatores.

      Queremos deixar claro que a Limitação principal existe apenas na sua mente!

      Já demos aula para cegos, já auxiliamos no treino de amputados e já treinamos e acompanhamos pessoas com problemas de peso a chegarem a seu peso ideal e muitas vezes sem o auxilio de cirurgias de redução de estômago. Então não Limite seu potencial e se permita se desafiar um pouco, permita-se experimentar algo novo, dessa forma nenhuma limitação no mundo será o suficiente para limitar seu potencial.

      O Parkour inicialmente em nossas aulas será adaptado a sua dificuldade e as suas limitações, sejam elas físicas ou mentais. Notamos nos treinos que a principio as mudanças centrais nos praticantes com algum tipo de deficiência são:  aumento do equilíbrio, melhora na coordenação motora, aumento de força e resistência, além de mudanças perceptíveis no psicológico do novo praticamente como: melhora da auto estima, determinação, auto-confiança, entre outros.

      A superação é opcional, basta que você aceite se desafiar. 


      Agora que você sabe que o Parkour também pode ser feito por você, basta se cadastrar e aceitar o desafio!



      O texto contido nessa página é conteúdo original da Parkour Brazil, seu uso não autorizado é condenado por lei.

      sábado, 7 de outubro de 2017

      Objetivo do Curso

      Gostaríamos de reforçar que acreditamos que o aprendizado do Parkour pode se dar de diversas formas, e não precisa ser necessariamente em aulas com instrutores e em academias fechadas. Nós do grupo Parkour Brazil aprendemos na marra, por conta própria, pesquisando conteúdo, tutoriais na Internet, além de termos contado com a experiência de outros praticantes.

      Focando o treinamento no desenvolvimento físico e mental através de um método de ensino próprio baseado no treinamento dos antigos Guerreiros Espartanos (Método Lepartano). O grupo Parkour Brazil desenvolveu uma didática perfeita para a instrução do Parkour para qualquer tipo de pessoa, basta que a mesma tenha vontade de aprender e tenha garra para se superar cada dia mais.

      Isso nos rendeu muitos acertos e erros. Temos consciência e experiência de que é possível melhorar os resultados do desenvolvimento do aluno, através de uma metodologia contínua e progressiva de aprendizado, diminuindo o risco de lesões por treinamento inadequado e potencializando seus ganhos.


      Método de ensino Lepartano


      Temos o orgulho de ser o primeiro grupo de Parkour do Brasil a criar um curso de Parkour e um método próprio de ensino e treinamento (Método Lepartano). Há 06 anos em São Paulo desenvolvendo o método Lepartanos conseguimos nos tornar o maior curso de Parkour do Brasil com um numero excelente de alunos empenhados e dispostos a sempre evoluir mais e agradecemos a confiança e o respeito dos Traceurs e Traceuses que nos apoiam nessa jornada.

      A criação do método: o método Lepartano foi criado em 2009 por Leonard Ribeiro (Akira) que após anos de prática percebeu fortes limitações no desenvolvimento de sua força, reflexo, confiança e agilidade. Após analisar isso profundamente Akira pesquisou sobre variados tipos de treinamento e se empenhou na pesquisa e desenvolvimento do Método Natural, muito conhecido pelos antigos praticantes de Parkour. Este mesmo método de treinamento com alguns complementos se transformou no Método Lepartano de Ensino (nome criado na época por Danilo Rike - Mizu).

      Atualmente o Método Lepartano é o treinamento que trás o melhor resultado em um período curto de treinamento. Trabalhando de forma aplicada todo o potencial dos alunos que aceitam treina-lo, desenvolvendo de forma incrivelmente rápida a força, resistência e agilidade dos alunos.

      Por ser um treinamento pesado tanto físico como psicologicamente, o método não é recomendado para pessoas que tenham problemas em se desafiar. Ter uma mente forte é essencial para a prática do método Lepartano e para se evoluir dentro do Parkour.


      Base inicial de Treinamento

      Para iniciarmos qualquer aluno no Parkour devemos inicialmente trabalhar os seguintes fatores: 
      -Preparação física inicial e adaptação a exercícios mais pesados - fortalecimento e resistência muscular - potencialização de força e resistência  - amplitude de movimento e alongamentos -  adaptação de movimento brusco e suave e calculo de espaço e velocidade.   


      Módulos de Ensino

      O método Lepartano consiste em quatro pilares principais de treino, são eles:

      Método Fênix: consiste em um treino guiado onde o aluno após realizar baixas e médias cargas de exercício executa um relaxamento muscular moderado, após este relaxamento os exercícios são potencializados com um carga de exercícios média.

      Método Vulcano: consiste no treinamento pesado de exercícios e técnicas passadas conforme o rendimento do aluno. Neste treino o aluno leva o corpo a pré-exaustão e precisa adaptar movimentos e respiração para potencializar os ganhos e manter o rendimento.

      Método Super-Nova: treino completo de Parkour, com exercícios em diferentes escalas (baixa, média e alta intensidade). Este método envolve o conjunto completo de exercícios e técnicas que são repassados durante um período médio de 04 há 05 horas de treino, é o método mais parecido com o Hell Night de Chris Blane Rowat.

      Método Vôo Livre: neste tipo de treinamento o aluno tem a oportunidade de colocar o real Parkour em prática sem a necessidade de executar exercícios físicos de fortalecimento ou de ganho de massa muscular. É o treino onde o aluno pode escolher os movimentos que quer realizar e tem a possibilidade de ter o instrutor auxiliando no desenvolvimento e aperfeiçoamento das técnicas que o aluno deseja lapidar e/ou potencializar.



      Gostaríamos de lembrar que a maioria das pessoas que hoje estão ministrando aulas, abrindo academias e criando grupos de treino há cerca de 07 anos atrás nos criticavam ferozmente por ministrarmos treinos pagos, agora estas mesmas pessoas estão tentando ministrar treinos e cursos. Alguns chamam isso de mudança de postura ou evolução nós preferimos chamar isso de evolução forçada.

      Lembre-se: ao procurar por um curso de Parkour não procure por um site bonito ou uma bela academia, procure por um treino que lhe agrade, que traga resultados e que te ajude a evoluir de forma clara e eficiente. Muitos cursos e academias tentam segurar o aluno por vários meses ou anos com planos pagos antecipadamente, acreditamos que o aluno deve ter liberdade de ir e vir no treino quando desejar sem ficar preso a planos trimestrais ou anuais. Fique esperto (a) e seja livre.

      sábado, 8 de outubro de 2016

      Historia do Parkour

      O Parkour (conhecido antigamente no Brasil como "Le Parkour" - abreviação: PK) é uma disciplina física de origem francesa, em que o participante, chamado de "traceur" no masculino, ou "traceuse" no feminino, sobrepõe obstáculos de modo mais rápido e direto possível, utilizando-se de diversas técnicas como saltos, rolamentos e escaladas.

      O Parkour moderno surgiu quando David Belle e os irmãos Yahn, Frederic Hnautra e David Malgogne se encontraram nas ruas de Lisses, em Paris e decidiram colocar naquela paisagem Urbana os conhecimentos de movimentação natural estudados e desenvolvidos . Perceberam que tinham muito em comum, tanto no prazer pela busca da forma física plena como no desejo de vencer desafios e superar obstaculos.




      A Origem do Parkour






      Os movimentos do Parkour são utilizados desde o inicio da humanidade, mas a arte de superar obstáculos na verdade foi criada nos anos 80 em Lisses, França. 

      Tudo começou quando David Belle e os irmãos Yahn, Frederic Hnautra e David Malgogne e um grupo de amigos resolveram adaptar para a cidade e o Urbanismo a disciplina militar conhecida como "parcours du combattent" (o percurso do combatente), disciplina militar derivada do método natural, a qual Reymond Belle (pai de David Belle) praticou e repassou os conceitos para o seu filho (David Belle), O nome Le Parkour surgiu desta expressão "parcours du combattent".


      Após anos de treinamento estes jovens em questão cresceram e dois deles se tornaram ícones da atividade por desenvolverem a arte de forma profissional. Dois deles são os conhecidos David Belle e Sebastien Foucan.






      A nomenclatura: Parkour






      A inspiração para criar o nome veio da expressão "Parcours Du Combattant". Foi uma referência ao percurso de obstáculos desenvolvido por Georges Hébert (1875-1957), pioneiro na prática de educação física na França como parte de seu "Méthode Naturelle" ou Método Natural de Educação Física, concebido no início dos anos 20 e que foi utilizado por soldados franceses na Guerra do Vietnã para realizar resgates.



      O termo Parkour [/paʁ.'kuʁ/] foi definido por um amigo de David Belle. Ele deriva de "parcours du combattant", o percurso de obstáculos proposto pelo método natural de Georges Herbert. O inventor do termo Parkour pegou a palavra "parcours", substituiu o "C" pelo "K" para sugerir agressividade, e removeu o silencioso "S" como oposto à filosofia do parkour sobre eficiência (é preciso lembrar que o "o" não é mudo.

      Traceur [tʁa.'sœʁ] e traceuse são substantivos derivados do verbo tracer que normalmente significa "traçar", sendo também traduzido como "ir rápido".





      Qual o objetivo da prática






      Basicamente, o Parkour é a arte do deslocamento ou a arte de ser útil superando obstaculos. Por meio de movimentos eficientes os praticantes de Parkour podem ir de um lugar a outro utilizando somente os recursos que seu corpo pode oferecer.


      Parkour como Filosofia de Vida






      O Parkour atualmente para várias pessoas se tornou uma filosofia de vida. Esta filosofia tem como base principal as frases: "Ser forte para ser Util" e "Ser e Durar", ambas as frases foram retiradas do Método Natural de Georges Herbert e foram disseminadas por David Belle como um dos alicerces da prática do Parkour.





      A Popularização do Parkour






      Em meados de 1997, David Belle gravou algumas matérias pra TV francesa e propagandas mostrando o que ele e seus seguidores eram capazes de fazer com o corpo e após estes vídeos cairem na Internet (Youtube) com algumas outras compilações de imagem de David Belle foi que a pratica começou a se dissipar pelo mundo. Em 2003 um documentário exibido pelo Discovery Channel chamado Jump London fez com que o Parkour, denominado por freerunning pela imprensa, crescesse ainda mais na Europa e se expandisse pra outros países. Assim um grupo de praticantes ingleses conhecidos como Seidojin fundaram um site de discussão sobre o Parkour e o Free Running:\ o conhecido mundialmente UrbanFreeFlow.


      Muitas polêmicas e discussões então começaram a surgir, pois eles começaram integrar ao Parkour novos movimentos como flips (mortais) e spins (giros) que não faziam parte do Parkour Puro e Original. Então os Seidojin deixaram a filosofia de lado e criaram o FreeRunning(FRPK) onde qualquer tipo de movimento é aceito mesmo não tendo algum tipo de "objetivo final" e mais discussões surgiram e surgem até hoje. Algum tempo depois mais um documentário, também exibido pelo Discovery, unindo traceurs franceses e o pessoal do UrbanFreeFlow foi ao ar, este então chamado Jump Britain.


      Nessas proporções a prática do Parkour e do FreeRunning não paravam de crescer, até que estreiou no cinema e nas locadoras o filme 13º Distrito (Banlieue 13) estrelado por Cyril Raffaelli (perito em artes marciais) e David Belle (criador do Parkour), onde muitas cenas exploram a habilidade do Parkour, fazendo com que muita gente passasse a conhecer ou ao menos se entusismar com a pratica.


      Conheça um pouco mais do Parkour pela visão do criador da prática (David Belle).




      Linha do Tempo | Parkour Mundial





      1875 – 27 de abril. Nascimento de Georges Hébert, em Paris.

      1902 – 8 de maio. Hébert coordena a evacuação da cidade de St. Pierre, na Ilha de Martinica, após a erupção de um vulcão.

      1912–1946 – Publicação dos livros de Hébert sobre o Método Natural.

      1939 – 3 de outubro. Nascimento de Raymond Belle, pai de David Belle, no Vietnã, então Indochina.

      1957 – 2 de agosto. Falecimento de Georges Hébert, em Tourgéville, Calvados, França.

      1973 – 29 de abril. Nascimento de David Belle, em Fécamp, França.

      1974 – 24 de maio. Nascimento de Sébastien Foucan.

      1987 – David Belle se muda para Lisses e encontra com Sébastien Foucan pela primeira vez.


      1993 – David Belle entra para a brigada de bombeiros.

      1993 – Sébastien Foucan começa a dar nomes para os movimentos chaves da prática.

      1995 – Início do uso do termo Art du Déplacement para designar a prática por Yann Hnautra, David
      Belle e David Malgogne.

      1997 – Maio. Veiculada a primeira reportagem televisiva com David Belle e outros tracers, no canal francês France 2 (ou Stade 2).

      1997 – 31 de maio. Criação da primeira associação Yamakasi, tendo como membros: David Belle, Sébastien Foucan, Yann Hnautra, Frederic Hnautra, Charles Perrière, Malik Diouf, Guylain N’Guba-Boyeke, Châu Belle-Dinh e Williams Belle.

      1998 – 17 de fevereiro. Dissolução da associação Yamakasi.

      1998 – Yahn Hnautra, Charles Perrière, Guylain N’Guba-Boyeke, Châu Belle-Dinh e Williams Belle assinam um contrato de dois anos com o musical francês “Notre Dame de Paris” (turnê entre a França e o Canadá).

      1998 – 11 de maio. Criada a segunda associação com o nome de Yamakasi, tendo como presidente Yann Hnautra e vice-presidente Laurent Piemontesi.

      1998 – Criação e registro do termo Parkour, por David Belle, Sébastien Foucan e Hubert Koundé.

      1999 – Dezembro. Falecimento de Raymond Belle.


      2000 – 31 de maio. Nova associação criada com o nome de Parkour, com Sébastien Foucan como presidente e contando com Kazuma, Stephane Vigroux e Jerome Ben Aoues. Belle não participa.

      2001 – Produção do filme Yamakasi – Samurais dos Tempos Modernos (Yamakasi – Les samouraïs des temps modernes), dirigido por Luc Besson. Participam: Yann Hnautra, Charles Perrière, Malik Diouf, Guylain N’Guba-Boyeke, Châu Belle-Dinh, Williams Belle e o estreante Laurent Piemontesi.

      2002 – David Belle estrela um comercial da BBC para o programa Rush Hour.

      2003 – Produção do documentário Jump London, dirigido por Mike Christie, para o Channel 4. Participação de Sébastien Foucan, Johann Vigroux e Jerome Ben Aoues.

      2003 – Criação do termo Freerunning; por sugestão de Guillaume Pelletier.

      2004 – Lançamento do filme Bairro 13 ou 13º Distrito (Banlieue 13), dirigido por Luc Besson, com participação de David Belle e Cyril Raffaelli.

      2005 – Produção do documentário Jump Britain, dirigido por Mike Christie.

      2005 – Criação da produtora independente Majestic Force pelos membros remanescentes dos Yamakasi: Yann Hnautra, Laurent Piemontesi e Châu Belle-Dinh, junto com o produtor Bruno Girard.

      2005 – David Belle cria a Parkour World Association – PAWA para difundir e defender os valores do Parkour no mundo.

      2005 – Criação do fórum Parkour.NET, central mundial de informações e discussões sobre Parkour.

      2005 – Início da produção do documentário Geração Yamakasi (Generation Yamakasi) com os membros do Majestic Force.

      2006 – Sébastien Foucan divulga o Freeruning na tour “Confessions” de Madonna e no filme James Bond 007 – Casino Royale;

      2006 – Dissolução da PAWA.

      2006 – Criação do Parkour Generations, união da primeira e da segunda geração de tracers europeus incluindo Stephane Vigroux, Johann Vigroux, Kazuma, Seb Goudot e alguns dos membros do Yamakasi.

      2007 – Conclusão e lançamento do documentário Geração Yamakasi (Generation Yamakasi).

      2007 – 1 de maio. Divulgação do Á Favor do Parkour, Contra Competição (Pro Parkour Against Competition), um manifesto que ganhou adesão mundial e foi escrito por Duncan Germain e Erwan Lê Corre contra competições utilizando o Parkour.

      2007 – Criação da WFPF – World Freerunning & Parkour Federation.

      2007 – Criação do Redbull Art of Motion, a primeira competição internacional usando o nome do Freeruning.

      2008 – Lançamento do documentário Projeto Pilgrimage (Pilgrimage Project) idealizado e produzido por Duncan Germain com aprovação de David Belle.

      2008 – Sébastien Foucan lança seu primeiro livro Freerunning – Find Your Way.

      2008 – Maio. Criação do Add Academy, uma entidade francesa criada pelos Yamakasis com intenção de transmitir atividades evalores para a comunidade.

      2008 – Junho. Fechamento do Parkour.NET. O fechamento aconteceu mediante contato e notificação oficial por parte de Jean-François Belle (irmão do Belle) que solicitou a exclusão de tudo que fosse referente aos termos: “David Belle”, “Parkour”, “Yamakasi” e a “Família Belle”. David Belle aprovou a atitude do irmão.

      2008 – Lançamento do filme Missão Babilônia (Babylon A.D.), dirigido por Mathieu Kassovitz. Com participação de David Belle e outros tracers.

      2008 – Instituição da qualificação A.D.A.P.T. (Art du Deplacement and Parkour Teaching Qualification), criado pelo Parkour Generations para certificar instrutores de Parkour.

      2009 – Lançamento do segundo livro de Sébastien Foucan: Freerunning – The Urban Landscape Is Your Playground.

      2009 – 26 de Setembro. One Giant Leap. Primeira campanha mundial utilizando o Parkour. Liderada pelo Parkour Generations e pelo Sandbag, teve adesão de mais de 35 países e manifestou-se a favor de clausulas mais rígidas no tratado de Copenhagen para obtenção de energia sem maiores agressões ao meio ambiente.

      2009 – Estréia do MTV’s Ultimate Parkour Challenge, especial de 1 hora no canal fechado MTV que veicula abertamente o Parkour a uma competição. Estrelado pelos atletas da WFPF. Vencedor: Daniel Ilabaca.

      2009 – Lançamento de Distrito B13 – Ultimatum (Banlieue 13 – Ultimatum), dirigido por Luc Besson e novamente com David Belle e Cyril Raffaelli.

      2009 – David Belle lança o seu livro Parkour com prefácio de Luc Benson e contando toda a história por trás da atividade.

      2010 – Maio e Junho. O programa MTV’s Ultimate Parkour Challenge volta ao ar como uma série de 6 episódios estrelando novamente os atletas da WFPF. Participam: Daniel Ilabaca, Ryan Doyle, Oleg Vorslav, Ben Jenkin, Michael Turner, Tim “Livewire” Shieff, Daniel Arroyo, Pip Andersen e King David.








      O Inicio do Parkour no Brasil





      O Parkour no Brasil começou em 2004 com vários praticantes começando a atividade ao mesmo tempo. O nomes que mais se destacaram nessa época são o do Tracer Leonard Ribeiro Jacinto (conhecido como Leonard Akira ou somente "Akira") criador do Grupo Parkour Brazil e Eduardo Bittencourt criador do grupo Le Parkour Brasil. Na mesma época outros jovens de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília também começaram a se aventurar na prática de origem francesa, e estudar sua filosofia.



       


       A Propagação do Parkour no Brasil





      A primeira vez que se teve noticias de outros "traceurs" no Brasil, foi no inicio de 2004, quando alguns grupos em Brasília e São Paulo deram uma entrevista para Revista Isto É (que não é considerada uma verdadeira matéria sobre parkour por terem focado o parkour como uma filosofia Radical e Kamikaze - a revista distorceu a matéria ). Depois, com o tempo, foram nascendo grupos em Curitiba e Florianópolis. 


      Nesta época o Jornal Folha de São Paulo fez uma entrevista com Leonard Akira Hka e o Grupo Le Parkour Brasil de SP e foi uma grande referência em questão de matéria sobre parkour no Brasil e foi então que o Estopim foi aceso.

      Depois dessa entrevista para o jornal , ouve uma divulgação do Grupo Le Parkour Brasil para o Programa da MTV Gordo Freak Show (considerado um canal fechado - pois o mesmo é aberto apenas para capitais ou grandes cidades, excluindo pequenas cidades.

      Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/MTV_Brasil


      A mesma matéria mostrou erroneamente o Parkour como uma pratica Vandalizada e Radical (mas a matéria serviu como degrau para mais divulgações).
       

      Depois da matéria para MTV, Leonard Akira e mais dois "traceurs" Rafael e Fernando (Nabo), foram convidados para dar uma entrevista para o Programa a Noite é uma Criança, de Otávio Mesquita na Band. A matéria, mesmo exibida de madrugada, foi o impulso que faltava para grandes divulgações (já que se tornou a primeira matéria em TV aberta do Brasil ) - "a matéria foi engraçada e bem divertida e mostrou um pouco o que é o parkour" - Leonard Akira.


      Depois dessas divulgações surgiram muitas outras para a Internet e Faculdades e surgiram mais divulgações em TV Aberta como Band, SBT, Record, Gazeta e Rede Globo, aonde Leonard Akira e traceurs do Rio de Janeiro (Voltz Parkour) gravaram uma excelente matéria para o Fantástico! E houve outras matérias para canais fechados também, como ESPN, Multishow (Tribos, com Daniela Suzuki), Sony, etc.



      Parkour na Mídia Brasileira


      * Julho de 2004: Programa do Cazé na MTV, com vídeos do David Belle baixados da Internet.

      * Setembro de 2004: Revista Isto É, com praticantes de Brasília e São Paulo.

      * Fevereiro 2005: Programa Gordo Freak Show, na MTV, com o grupo Le Parkour Brasil e Convidados.

      * Setembro 2005: Matéria de grande repercussão no Jornal Folha de São Paulo, mostrando a equipe Le Parkour Brasil e o Traceur Leonard Akira.

      * Novembro 2005: A noite é uma Criança, entrevista com Leonard Akira do grupo Parkour Brazil.

      * Outubro 2005: Domingão do Faustão, com o grupo Le Parkour Brasil.

      * Dezembro 2005:  Fantástico, na Globo, com grupo "Freerunning RJ" conhecido na época como TOBU le parkour e Leonard Akira do grupo Parkour Brazil.

      * Julho de 2006: Charme, no SBT, apresentado pela Adriane Galisteu. Com Leonard Akira e a Equipe Parkour Brazil.

      * Fevereiro de 2006: ESPN. Com tracers de Santa Maria e Porto Alegre e Leonard Akira da Equipe Parkour Brazil Team.

      * Maio de 2007: Tribos, no Multishow, apresentado pela Daniele Suzuki. Com a equipe TOBU le parkour e o traceur Leonard Akira do grupo Parkour Brazil Team.

      * Outubro de 2009: Programa Geraldo Brasil, na Record com o traceur Leonard Akira e o grupo Parkour Brazil Team.

      * Março 07 de 2009: Revista de Sábado, na Globo (Interior com o Grupo Suburbio 43 e o traceur Leonard Akira do grupo Parkour Brazil.

      * Maio de 2010: Legendários, na Record com o traceur Leonard Akira e Natalia Caroline (Naty) - grupo Parkour Brazil.




      A Historia de Leonard "Akira" no Parkour





      Em 2001 Leonard Akira teve seu primeiro contato com o que seria o Parkour por intermédio de um que estava realizando um intercâmbio em Londres e teve a oportunidade de conhecer o que ainda era a cena "Underground" e pouco conhecida do Parkour com traceurs europeus. Depois de conversar e aprender um pouco sobre a Filosofia da pratica esportiva sem competição, seu amigo lhe passou alguns links de fotos e alguns blogs para Akira no Brasil, que se interessou na prática mas não deu inicio aos treinos na época. 

      Em 2002, Leonard Akira começou a tentar seus primeiros saltos e começou a escrever sobre a Parkour em seu antigo blog, mas desanimou e os treinos e postagens que já eram poucos começaram a ser cada vez mais escassos.

      Em 2003, uma tentativa frustada de treino lesionou Leonard Akira, que estava acima do peso na época. Após um salto ele torceu o tornozelo esquerdo pela primeira vez e se ausentou de qualquer prática física, inclusive as artes marciais sua paixão desde criança.

      Em 2004, Leonard teve contato novamente com a prática do Parkour em uma matéria exibida na MTV no antigo programa Buzzina, de Cazé Peçanha. A partir daquele momento ele decidiu treinar frequentemente e ser tornar um Traceur definitivamente.




      O inicio da prática






      Como no Brasil em 2004 ainda não existiam praticantes no Interior de São Paulo, "Akira" (Leonard Ribeiro Jacinto), começou a treinar sozinho, utilizando-se de novas fontes sobre o parkour obtidos pela Web. No mesmo ano treinando começando a treinar seriamente Akira começou a formar as bases para a primeira pagina sobre parkour do Brasil.





      O primeiro site de Parkour do Brasil





      Em setembro de 2004 a sua ideia de criar uma página de Parkour foi executada e a antiga página Le Parkour Brasil foi ao ar pelo Blogger.com.br, pouco tempo depois a mesma se tornou o "point" principal de "traceurs" de todo Brasil (mesmo contendo erros no primeiro ano que foi ao ar, por culpa de traduções do Inglês e Francês para Português). Com a página no ar e treinando em Garça (interior de São Paulo) Akira começou a treinar as técnicas básicas e naquela época já começou a compartilhar seu conhecimento pela atividade com outras pessoas e começou a postar sobre suas experiências em seu Blog.





      A primeira grande Matéria do Parkour Nacional






      Em 2005, praticantes de São Paulo e Leonard Akira , foram convidados a fazer o que seria a primeira grande matéria sobre o Parkour do Brasil, para o Jornal Folha de São Paulo, tal matéria teve repercussão Nacional. E assim a primeira pagina sobre o Parkour do Brasil teve um aumento crescente de visitas por ser a única fonte de informações sobre Parkour na época. (Fonte: Folha de SP 08/09/2005).     www.leparkourbrasil.blogger.com.br


      Hoje este blog evoluiu e se tornou o Portal Parkour Brazil (www.parkourbrazil.com). 

      Principal ponto de referência para os interessados em parkour no Brasil. 




      As primeiras Aulas de Parkour





      Em 2005 Akira começou a ensinar o Parkour pelo Interior de SP (Garça, Bauru, Botucatu, etc) para amigos e praticantes de Artes Marciais, e com isso foi se tornando cada vez mais conhecido por compartilhar seus poucos conhecimentos na época com outros praticantes.

      Nesta época Leonard Akira decidiu se unir com um grande grupo para divulgar a prática e então conseguiu o auxilio da Urban Free Flow. ( www.urbanfreeflow.com ), que o auxiliou no inicio de sua pratica e lhe disponibilizou tutoriais para auxiliar na disseminação do Parkour pelo Brasil.

      Com a ajuda da Urban Free Flow Leonard Akira criou a primeira página de auxilio para novos praticantes do Parkour. www.tecnicaspk.blogspot.com





      O Primeiro Curso do Brasil






      Em 2006 Leonard Akira criou oficialmente equipe Parkour Brazil e dois anos depois criou o primeiro Curso de Parkour do Brasil. Com uma metodologia própria de ensino (Método Lepartano) onde os praticantes exploram todo seu potencial de forma direta e divertida.

      É por este motivo que Leonard Akira é conhecido e reconhecido atualmente como o Primeiro Instrutor de Parkour do Brasil e atualmente é responsável pelos treinos de Parkour do curso - Lepartanos. www.lepartanos.com









      Um dos maiores Propagadores da Atividade no País.






      Leonard Akira também se tornou conhecido não por ministrar aulas de Parkour, mas também por ser um disseminador da pratica do Parkour. Ele participou do maior numero de matérias a respeito do Parkour em vários estados brasileiros e em variados meios de divulgação (revistas, sites, jornais, tv, rádio, etc) e continuou nessa empreitada em uma jornada que durou cerca de 05 anos, onde ele se tornou conhecido por ser um dos principais divulgadores da prática do Parkour no Brasil



      Hoje as páginas Parkour Brazil e Lepartanos são um dos maiores centros de informações e técnicas de Parkour no Brasil, tendo as mesmas cerca de 5.000 (cinco mil) acessos mensais.
      Complemento: a página www.leparkourbrasil.blogger.com.br, foi considerada por vários "traceurs" o epicentro de informações de Parkour do Brasil, divulgando "crews", treinos e eventos em todo o país. 



      Leonard "Akira" Atualmente






      Leonard continua sendo um dos maiores propagadores da pratica do Parkour no Brasil e continua a desenvolver a atividade do Parkour em São Paulo Capital com seu Curso de Parkour, onde o objetivo é apresentar o Parkour Original aos interessados na atividade. 




      O mesmo segue sendo conhecido pelos seus méritos:


      Criador da primeira página sobre Parkour do Brasil.
      Mais de 12 anos de prática de Parkour.
      Nome mais conhecido na Propagação do Parkour Nacional.
      O maior Portfolio de Projetos envolvendo o Parkour da America Latina.
      Criador do Primeiro e mais conhecido Curso de Parkour do Brasil.
      Criador do Site de Parkour mais acessado do País.







      Fontes:
      World Wide Jam:
      http://www.worldwidejam.tv/foucan.jam.parkour.html
      Artigo no Fórum da Parkour.NET:
      http://parkour.net/Parkour-and-Free-Running-t181.html
      Parkour Generations:
      http://www.parkourgenerations.com
      American Parkour:
      http://www.americanparkour..com
      AddAcademy:
      http://www.add-academy.com/
      Site contendo informações sobre a história do Parkour:
      http://tracer2000.free.fr/us/indexus.html
      Site Oficial de Sébastien Foucan:
      http://www.foucan.com/
      Site Oficial de David Belle:
      http://kyzr.free.fr/davidbelle/
      Wikipédia:
      http://www.wikipedia.org/
      Internet Move Database:
      http://www.imdb.com/
      Grupos antigos na França:
      http://membres.multimania.fr/parkourll/4index2.html

      Esclarecimento: a página (www.leparkourbrasil.com.br) foi criada em 02/09/2005. E fundou ali o site do grupo Le Parkour Brasil (2º site de Parkour do Brasil). E a mesma não tem nenhum vínculo com o site (www.leparkourbrasil.blogger.com.br) ou com a Parkour Brazil Team.

      O nome do grupo Le Parkour Brasil de Leonard Akira foi alterado em 2009 para que o mesmo pudesse ser utilizado por outro grupo em São Paulo que solicitou a utilização do mesmo. Após isso o grupo foi renomeado para Parkour Brazil.


      Nossa Equipe

    • Leonard "Akira"Fundador da Parkour Brazil e do Lepartanos
    • Lucas "Mudinho"Instrutor do Curso Lepartanos
    • Felipe "King"Instrutor do Curso Leparkinhos
    • Gabriel "Biel"Instrutor do Curso Lepark
    • Xanda "Chun-li"Instrutora do Curso Lepartanos
    • Pedro "Pedrinho"Instrutor de Parkour e Free Running
    • Bruno "Manga"Coordenador do Curso Traceurs RJ
    • Vanessa "Van"Instrutora de AcroFlow e Arte Circense
    • Gustavo "Guga"Instrutor de Parkour e Free Running
    • Érico "Lenha"Instrutor de Parkour e Free Running
    • Eric RubinInstrutor de Parkour e Free Running
    • B-Boy AranhaInstrutor de Break Dance e Tricks